Governo e empresa de tecnologia garantem segurança no teletrabalho

Notícias Interjato

O Governo do Rio Grande do Norte recebeu apoio da Interjato Soluções no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Isso porque a empresa potiguar está disponibilizando, gratuitamente, vários recursos tecnológicos que visam otimizar o teletrabalho e o atendimento à população pelos órgãos públicos.

Durante a pandemia, a empresa está concedendo linhas telefônicas para home office e sistemas de teleatendimento, salas de videoconferência com terminais de alta resolução e aumento no link de dados, além de uma central de atendimento com dezenas de linhas direcionadas a profissionais da área da Saúde e voluntários que vão prestar orientações sobre a Covid-19, medidas preventivas e situação epidêmica no Estado.

A cessão da infraestrutura foi assegurada em reunião realizada na última sexta-feira (20), no gabinete da Secretaria de Estado da Administração (Sead), na qual participaram a titular da pasta, Virgínia Ferreira; o secretário da Tributação, Carlos Eduardo Xavier; o coordenador de Tecnologia da Informação e Comunicação (Cotic), Aluísio Dantas; a assessora técnica da Sead, Giovana Paiva; a coordenadora de Informática da SET, Jane Carneiro; e representantes da Interjato, o diretor Erich Rodrigues e o gerente Hilton Carvalho. Na ocasião foi garantida a disponibilização dos recursos tecnológicos sem nenhum custo adicional para o Governo do Estado.

 

Conexão segura entre casa e trabalho

 

Além do suporte tecnológico da Interjato, a Cotic também está provendo uma infraestrutura de rede privada virtual (VPN) para atender a determinação de teletrabalho dos servidores públicos estaduais, provocada por meio dos Decretos nº 29.512, de 13 de março, e n° 29.548, de 22 de março de 2020. A VPN é responsável por garantir a segurança das informações trafegadas pela internet e a continuidade da prestação de serviços públicos.

No âmbito estadual, já são mais de mil usuários de VPN cadastrados, que permitirão o acesso a sistemas hospedados no datacenter ou que não estão na internet – essa quantidade poderá crescer conforme a demanda. Todo o processo seguirá as regras determinadas pela Sead.

 

Fonte: Portal do Governo do RN

WhatsApp chat